segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Guia do Homem de Verdade

Navegando pelas internê da vida, caiu diante de meus olhos um artigo do The New York Times, da seção "Men's Style", escrito uns meses atrás. O título desse artigo ridículo, cheio de esquerdismo, é "27 Maneiras de Ser um Homem Moderno".

Embora algumas das 27 maneiras façam algum sentido, muitas delas denotam uma fraqueza de caráter tão grande que eu fico imaginando se o artigo não era uma espécie de "trollagem". Infelizmente, parece que o nosso bom Brian Lombardi (autor do artigo) falava sério. Leiam e chorem com alguns dos itens que eu escolhi.

1. Quando o homem moderno compra sapatos de presente para sua esposa, ele não precisa perguntar à cunhada qual é o tamanho. Além disso, ele sabe que marcas têm forma pequena ou grande.
17. O homem moderno tem um boleador? O que você acha? De que outra forma ele deixaria tão redondinhos a melancia e o melão que serve? 
25. O homem moderno não precisa ter uma arma. Ele não tem e nunca terá 
26. O homem moderno chora. E chora com freqüência.

Bom, se o homem moderno deve ser um bebê chorão, mole, expert em moda e ter um boleador, então eu não quero ser um homem moderno. Prefiro mil vezes ser um homem de verdade. E o que caracteriza um homem de verdade? Muitas coisas, e esta lista que preparei não é completa, mas é um bom começo.

O homem de verdade:

1. É íntegro. Se ele dá sua palavra sobre alguma coisa ou concordar sobre essa coisa, pode acreditar nele. Um homem de verdade faz o que diz que vai fazer.

2. Respeita as mulheres. Para um homem de verdade, o cavalheirismo não morreu. Ele abre a porta para a mulher, cede seu lugar para a mulher e nunca maltrata uma mulher.

3. Tem princípios e uma bússola moral. O homem de verdade sabe que existem verdades objetivas. Ele toma decisões com base nelas, se porta de acordo com elas, julga o caráter dos outros de acordo com elas e não aceita meios-termos.

4. Não tem medo de assumir uma posição. Ele não é uma "vaquinha de presépio" no trabalho nem em qualquer outro lugar, e nem é uma pessoa difícil só pelo prazer de ser difícil, mas não tem medo de expor sua opinião.

5. Ama e sustenta sua família. Um homem de verdade entende que não pode abandonar sua responsabilidade de sustentar sua família. E, sim, ele tem a obrigação de fazer isso sozinho. A mulher de um homem de  verdade não trabalha fora em hipótese alguma.

6. Tem disposição para lutar. O homem de verdade não pode ter pavio curto, mas sabe que, às vezes, precisa entrar na briga, seja no sentido figurado (num  tribunal, numa reunião de trabalho ou em alguma outra situação) ou no sentido físico do termo (na rua). Ele deve proteger sua família de todo mal, ou morrer tentando.

7. Precisa ter algum treinamento em artes marciais. Ele pode ter aprendido judô ou caratê na escola ou praticado boxe ou muay thai na academia. Tudo isso está valendo.

8. Entende de armas. Ele respeita a pistola e o fuzil, e sabe como usá-los de maneira segura, eficaz e responsável.

8. Lê. O  homem de verdade não precisa ser um intelectual de quatro costados, mas não tem medo de ler um livro decente de vez em quando, e é essencial que ele saiba o que se passa no mundo. Livro de auto-ajuda, livro "da sua área" e livro sobre futebol não valem.

9. Não escreve diário. A menos que ele seja uma personalidade política ou militar, um grande cientista, um viajante que explora os confins do mundo, um empresário de sucesso ou alguma outra personalidade de calibre histórico, o homem de verdade sabe que não vale a pena escrever sobre a maior parte da sua vida cotidiana. Homem que escreve um diário para "se pôr em contato com seus sentimentos" não é lá muito homem.

10. Não tem medo das suas emoções, mas sabe como controlá-las. O homem de verdade não pode ser um bebê chorão. Ele pode chorar por alguma coisa importante, como a morte de um amigo muito chegado ou de um familiar. Fora isso, não há muitos motivos para incorporar o Paulo Autran.

11. Não se mete a mecânico. O homem de verdade é profissionalmente talentoso e ganha dinheiro suficiente para contratar mecânicos profissionais ou ter um seguro automotivo decente que lhe dispense o trabalho de sequer trocar um pneu. Homem de verdade só precisa saber dirigir. Quem se orgulha de saber desmontar um carro até o último parafuso é, no fundo, um fracassado que precisa justificar seu fracasso financeiro.

12. Não se mete a "faz-tudo" doméstico. Homem de verdade que bate prego, aperta parafuso, conserta encanamento, instala sozinho o ar condicionado usado comprado na "feirinha do rolo", bate laje do puxadinho e assenta bloco é o mesmo fracassado que mencionei no item 11 acima.

13. Só entra na cozinha para pegar algo na geladeira e para fazer suas refeições. Lugar de homem não é na cozinha, a não ser que ele faça das panelas sua profissão (a qual deve ser aprendida num curso específico). Homem que vai para a cozinha sem ser por absoluta necessidade de sobrevivência está a um passo de "virar a mão".

13. Tem autodisciplina e autocontrole. Seja no trabalho, no regime alimentar, na rotina de exercícios na sua vida financeira ou em outros aspectos que estejam ao seu alcance, o homem de verdade sabe se manter na linha. Ele não é um puritano, mas sabe se portar de maneira digna e sabe quando pode dar uma relaxada.

14. Ama um bom churrasco. E, acima de tudo, não concebe consumir nada num churrasco além de carne. Lingüiça e frango não fazem parte de um churrasco decente. Saladinhas, maioneses, molhinhos e outras frescuras são coisas para as mulheres (que dez entre dez vezes vão tentar empurrar uma dessas enganações para o homem). E outra: homem de verdade não esquenta barriga na churrasqueira. Ele tem dinheiro para contratar um churrasqueiro e uma brigada de serviço.

15. Não é narcisista. Homem que vai atrás das "dicas de cremes, roupas e perfumes" de certas lepras como aquela revista Men's Health definitivamente não é digno do seu cromossomo Y.

16. Não é excessivamente introspectivo, e sabe que há coisas na vida maiores do que ele.

17. Sabe o que significa o termo "direitos inalienáveis" e o que são esses direitos para cada indivíduo.

18. Leva seu trabalho a sério e se esforça por ser o melhor que puder ser.

19. Sabe que o mundo não lhe deve nada. Depois de chegar à idade adulta, o homem de verdade sabe que só tem direito àquilo que conseguir conquistar. Tudo o mais são presentes, pelos quais ele deve ser grato.

20. Não finge ser o que não é.

Embora o futuro deste país possa estar nas mãos do homem moderno, sua grandeza depende, com certeza, dos homens de verdade que o carregam nas costas. Precisamos muito mais do segundo tipo.